quarta-feira, 13 de março de 2013

354 - Delícias de um segredo


Pra que tanto medo;
se entre nós o segredo pode ser uma delícia?
Eu disse: Já não sou uma criança!
Dou-lhe a segurança num só toque de malícia.

Que você possa vir e me olhar profundamente;
entender o meu estado.
Que nos entreguemos a isso,
pois é meu compromisso, o teu sorrir apaixonado

Sem compromisso, sem cobrança, sem desalento!
Apenas eu, você, e o momento!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog