segunda-feira, 2 de abril de 2012

324 - Um jogo de tortura


Traços de um sorriso, vaidades no olhar
As canções de um paraíso, os teus jeitos de amar.
Amor, foi tão difícil entender o teu querer
Por amor eu busquei o dom de te compreender

Você me ensinou a uma mulher enlouquecer
Só vejo a ti em minha vida; em você quero viver
Nunca esquecerei da frase que falou pra mim
Achegou-se aos meus ouvidos e me disse bem assim:

O homem que não entende uma simples brincadeira
Tão pouco entenderá uma mulher pela vida inteira
A relação que porta traços de desconfiança
É como um jogo de tortura, uma tolice de criança



*Letra musical cifrada - Adrian Mcoy / Gabriela Danis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog