sexta-feira, 30 de março de 2012

321 - Devolva as minhas fantasias

Não importa o tempo, nem a dor que me causou
Eu me apaixonei por ti; você se eternizou
Dentro do meu coração você nunca
Nunca mais irá sair

Mãos dadas na cidade em noites de fim de ano
Ano de dois mil e um, saiba o quanto eu lhe amo
Foram tempos de amor
As noites onde tudo aconteceu

Vida, devolva as minhas fantasias!
Devolva-me meus sonhos tão lindos de viver!
Devolva o meu ar!

Passaram-se dez anos, a gente se reencontrou
E só bastou-nos um olhar e a gente, pois, se beijou
Eu sei que existe entre nós uma força
Muito além da compreensão

Agora novamente nós estamos separados
Feito loucos na cidade, dois bobos desorientados
Novamente eu lhe perdi; mas eu sei
Que eu lhe terei mais uma vez


*Letra musical cifrada - Adrian Mcoy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog