quarta-feira, 14 de março de 2012

312 - A dama de preto



Noite iluminada
Só você me importava até então
Dama de preto, imaculada
Entreguei a ti todo o meu coração

E me levaste a campos de luz
Todo regado de fé e solidão
Campinas em forma de cruz
E você se tornou escuridão

Auroras da realidade
Mostraram para mim
As sombras da tua verdade

Agora viva em tua mentira!
Em teu palácio iluminado
Onde a plebe lhe admira

Meu amor


*Letra musical cifrada - Adrian Mcoy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog