segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

275 - Loucuras da noite

Quando seus gemidos soam, ecoam na escuridão
Quando tuas unhas rasgam meu peito,
de um jeito enlouquecido

Quando até teu silencio é atrevido!
Loucuras da noite, fizemos juntos

Deitar sobre teu corpo despido,
de bruços sobre a cama
Sentir a doce chama ao penetrar sua intimidade

Em verdade eu admito:
Loucuras da noite, fizemos juntos

Doce loucura! Louco desejo!
Um beijo; perdição!
Te devorar, mas não saber,
como ter seu coração!

Aguardo a próxima noite;
Te ouvir na cama, sussurrando
Morro em ansiedade!
Eu estou te esperando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog