quarta-feira, 2 de novembro de 2011

233 - Encantos

Você apareceu assim, tão de repente! Entre a gente nasceu, pois, a amizade. Me deu vontade de te abraçar; te trazer no colo, como uma criança. Mas sigo na esperança; sigo crendo, bem assim: Eu vou te conquistar inteiramente para mim!

Como posso fazer-te acreditar? Sou apenas um menino apaixonado! Como eu poderia lhe conquistar se nunca estou, pois, do teu lado? Talvez enganado eu esteja, talvez sejas um doce de ilusão. Uma flecha certeira que penetrou meu coração.

Como posso fazer-te acreditar? Como pedir apenas para ouvir tua vozinha de menina? Sei que não rima, mas teus cabelos são perfeitos! Mantos da noite! Encobrir da madrugada! E apareceu-me assim meio do nada! Eu nem estava imaginando! Você pode estar achando... Que ando enlouquecido! Mas é que sou desinibido e revelo minhas verdades... Sou um poeta louco neste mundo de saudades.

Como posso fazer-te acreditar? Que eu dar-lhe-ia o maior amor do mundo? Que a cada segundo te carregaria no coração, e dormiria em tuas lembranças. Crianças brincam pela rua, eu lembro a tua voz! Voz de menina, corpo de beldade! A verdade é que es duplamente linda! Seria até bem-vinda no mais alto paraíso; teu sorriso... Angelical.

Como posso fazer-te acreditar? Que não sais mais de minha cabeça? Eis que o nome Andressa vive a me perseguir! Não há como fugir! Estou prisioneiro! Andressa dos Pinheiros; eis que me encantou! Vou decorar meu universo criativo sob meu dom perfeito tão amigo. Vou lhe perguntar: Vem morar comigo?

Como posso fazer-te acreditar? Que não falo assim ao léu? Testemunhas são as nuvens do céu do quanto olhei para elas ao te imaginar! Te beijar, lhe namorar; rir a toa, nos abraçar! Pois em ti eu notei mais do que beleza; tens uma virtude tão antiga! Acima de tudo... És um doce de amiga.

Como posso fazer-te acreditar? Apenas posso lhe escrever!
Como posso fazer-te? Se não vivo ao teu lado?
Como posso assim lhe convencer?
Como não ser apaixonado?

Desnorteado assim estou; embriagado de amores!
Eu queria lhe cuidar; sarar os teus horrores.
Me guiar ao teu lado... Em fidelidade!
Viver uma historia... Um amor de verdade!

Em sinceridade: Apenas quero poder te amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog