terça-feira, 4 de outubro de 2011

214 - Um outro mundo lá fora


Dores de uma história, sonhos de um coração
É um amor, uma memória, uma canção
Beijos tão demorados; teu corpo eu invadi
Conheci a perfeição e ela se foi

Ela disse que havia um outro mundo lá fora
Onde as estrelas não paravam de brilhar
Ela disse então chorando que estava indo embora
E eu a disse para nunca mais voltar

Então vai! Suma no horizonte deste mar
Então vai! Morra como flores no jardim
Então vai! E lembre-se de quando olhar para o luar
Você vai sempre estar dentro de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog