quarta-feira, 22 de junho de 2011

192 - O colégio dos sonhos


Um suspiro deslizou-se no sufoco
Enquanto louco ardia-me a sofrer
Um toque do brilho da fantasia
Devolveu-me a magia de viver

Das janelas onde o sol se acaba
Algo apaga as cicatrizes e sinais
Caminhando entre o templo do saber
Entre o prazer de jovens colegiais

Ao olhar para o alto de meu céu
Encarei o mel do olhar do amor
Ao susto, derrubara seu pertence
E do suspense nascera a minha dor

A dor que me envolve em medo
Que em segredo insisto em esconder
A dor da timidez do passado
Que ao seu lado eu venho a esquecer

O colégio dos sonhos começa
E sem pressa caminho enquanto clamo
Que do sonho me venha à vontade
De em verdade lhe dizer... Eu te amo!


*Por John Diedmann - Do meu livro "Coração de Estudante"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog