domingo, 8 de maio de 2011

156 - Fogo da paixão (Flores Mortas no Jardim)






Queima em mim! Queima!
Queima, ó, calor!
Queima meu coração!
Incendeia-me de amor!
Queima em mim! Queima
 Eu imploro! Só um pouco!
Queima meu coração queimado...
Sustentado por um louco!

Um pouco ao menos queime
Queime um pouco agora
Agora queime um pouco...
Antes de ir embora!

Embora tu não sejas fino e delicado
Saiba eu sou menino!
Só e amedrontado!
Amedrontado! Largado!
Por todos pisoteado!
Menino arretado que aprendeu uma lição:
Queimar-me-ei por inteiro...
No fogo da paixão.


*Poema integrante do livro "Flores Mortas no Jardim" - Adrian Mcoy


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog