sábado, 7 de maio de 2011

148 - Luar de prata

A lua vai sorrir na sua vida de ilusão
Eu sei, ela verá que você não tem coração
As estrelas brilharão no céu da noite, e eu vou chorar
Enquanto você finge e tenta falsamente amar!

Eu já deitei em plena tarde a chorar por este amor
Lágrimas em vão pela razão da minha dor!
Luar de prata, eu bem sei que meu amor é imortal
Como este amor não há! Não existe outro igual

Eu digo ao céu! Que coisa louca!
Quero o mel da tua boca!
Vem brilhar no meu caminho!
Vem provar do meu carinho!



*Baseado na canção de Rebecca Molinari do livro "Rebecca" - Adrian Mcoy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog