sábado, 30 de abril de 2011

120 - Palavras finais (A bruxa de Nevada)


Ele contemplava o cuidado e atenção da prima e sentia novamente algo como um calor materno que sentira anos atrás em alguns momentos com sua mãe. Era como uma multidão de bárbaros tentando invadir a fortaleza de seu coração, mas dentro dele aquele reinado era totalmente dominado pela rainha de sua vida, a doce Princeton. Por mais forte que fossem, os ataques podiam até estremecer, mais dificilmente venceriam... Contudo... Nada é impossível!

- Hey! Você esta morrendo de sono! - ao ver que Jackson bocejava - Vou apagar a luz! - levantou-se, fechou a porta... E apagou as luzes...

A luz tênue e charmosa da noite iluminavam lindamente o quarto através das paredes de vidro e das grandes janelas abertas. Um escuro gostoso... Aconchegante... E aquele irresistível perfume de mulher planando por entre as sombras do local. Ela deixou os curativos por de cima da cama ao lado dele, e quando ia voltando, percebeu o silêncio do local e logo tratou de deixar o celular em cima da cômoda, sintonizado numa boa rádio. Voltou a se deitar ao lado do garoto, massageando suas feridas com seus algodões, embora isso já nem fosse mais preciso. Estava escuro e apenas o brilho das estrelas e do luar eram atenuados pelo suave fumê das paredes. Uma famosa canção tocava na rádio naquele momento, enquanto ela continuava suas carícias com cada vez mais delicadeza ao ver que ele já estava de olhos fechados. Ficaram daquela maneira por mais alguns minutos quando a música finalmente já terminara e ela via que seu amado primo não abria mais os olhos, pensando assim, erroneamente, que ele já dormia. Em seguida, empurrou os algodões e tudo que havia trazido para o chão e se acomodou bem ao lado dele, também já envolvida pelo sono, ainda mais pelas bebidas que tomara na festa. Em meio aquilo tudo, o radialista começou a falar um prólogo antes de colocar uma música antiga e romântica, dizendo numa voz tranquila e sensual: 

- Vejam como é lindo! Vejam como é intenso! Seus corações são apaixonados um pelo outro! Ele te faz sorrir com mais alegria! Ele te faz cantar com mais emoção! Então cante para ele! - disse o nome da música - Quão profundo é o seu amor! Chegue a seus ouvidos e diga... - e disse as palavras finais, as quais realmente tocaram em Jackson... 

Naquela mesmo instante, enquanto o suave som do teclado daquela canção se iniciava, uma percepção terrível viera sobre ele após ouvir aquelas palavras finais... Michelly nunca havia dito que o amava! Embora ele já o tivesse feito três vezes! Contudo, a desejosa loira, que agora com ele estava, ajeitou-se melhor bem junto a ele, deixando uma das mãos repousadas sobre o seu peito, dizendo em sussurros a seus ouvidos as palavras finais do radialista, ao mesmo tempo:

- Eu te amo!
...



*Fragmento do Cap.18 do livro "A Bruxa de Nevada" - Adrian Mcoy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog