sexta-feira, 29 de abril de 2011

118 - Mulher: A oitava maravilha

Nem mesmo o mais profundo pesadelo das insanas imaginações se compara! Nem mesmo os mais excitantes mistérios da madrugada se comparam! Nem mesmo o doce das sombras se compara! Nenhuma das outras sete se compara a oitava maravilha... A mulher!

Ela nasce assim como nós, homens! Desde então já porta seus paraísos, os quais, assim como sementes, irão brotar em flores e desabrochar em pétalas fascinantes! Ela, bem antes de menina, já desfila a delicadeza em seus risos angelicais! Já desenvolve seu brilho, e assim, não para mais! Seus paraísos seguem amadurecendo em delícias!

E tornam-se adolescentes!
Seus lábios já começam a ser ungidos com o mel da sedução! Seus olhos já estalam as brasas do amor! Seus corpos passam assim a transpirarem a paixão! Teus paraísos amadurecem-se em dor! Esta mesma flor passa a ser repouso de nós, abelhas! Zangões impressionados com tamanha perfeição! E assim, rodeamos e rodeamos! E de certo que as amamos! E elas vão crescendo!

Tornam-se jovens!
Seus lábios já provados agora amaciam nossas loucuras! Seus olhos agora brilham perigosos convites! Seus corpos cheiram a desejo! Teus paraísos são entradas para um sonho! Assim, somos as vezes zangões famintos, machucando as frágeis pétalas destas tão delicadas flores! E assim, rodeamos, e rodeamos! E certamente aproveitamos! E isso as agrada!

Finalmente! Tornam-se mulheres!
Seus lábios experimentados despertam o calor! Seus olhos são portais para um mundo de loucuras! Seus corpos tornaram-se a mais perfeita obra do prazer existencial! Teus paraísos... São mais do que palavras! E assim nos deliciamos com estas tão perfeitas maravilhas! Assim nos entregamos a este tão perigoso caminho! Assim perdemos o sangue em tão fatais armadilhas! E aprendemos que, um homem... Não pode ser sozinho!

Se eu morrer, que eu morra de desejo! Pois não ficarei incerto quanto ao se irei ao paraíso!
Pois de uma coisa eu sempre soube...
Elas já me levaram!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog