domingo, 17 de abril de 2011

102 - Em busca da felicidade

Quem me dera caminhar pelo mar e não temer
Queria tanto ser divina e não ter medo de morrer
Quem me dera ser estrela e brilhar na escuridão
E mostrar pra esse mundo como dói meu coração

Quem me dera que um sonho;
despertasse do meu lado
E pegasse em minhas mãos,
e me livrasse do passado
Quem me dera que a vida olhasse para mim
E me levasse para longe; para longe, até o fim

Até o fim, até no escuro; saiba eu vou te procurar
Felicidade eu te procuro; eu preciso te encontrar
Até o fim, até a morte; até o auge da saudade
Eu sigo com vontade; em busca da felicidade

Quem me dera que a esperança; aparecesse agora
E disse-se me criança: Vem comigo embora!
Quem me dera se a vida acabasse num segundo
Ficaria o meu amor vagando neste mundo

Quem me dera ser a lua, a luz da madrugada
Para olhar em toda rua, ver os carros na estrada
Quem me dera que a vida olhasse para mim
E me levasse para longe; para longe, até o fim


* Composição de Rebecca Molinari do livro "Ecos brilhantes" de Adrian Mcoy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog