domingo, 19 de dezembro de 2010

061 - Dez pra meia noite




Os dias passam e vão passando
E não param de passar
São quase dez pra meia noite
E eu não paro pra descansar

As horas voam
O dia vai passar
E o vento sopra
E se esconde no ar

O romance acaba
O forte se amansa
O tempo passou e eu não sou mais criança

Não, não sou!
Não, não sou!

Não sou, Jerry, não sou, Jerry
Não sou, Jerry! Não sou!
As famílias irão tocar...
Mas eu nunca irei dançar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog