segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

058 - O pequeno príncipe


Aparentemente um livro infantil, porém, umas das mais fantásticas obras simbólicas da literatura!
A obra "O pequeno Príncipe" de Antonie de Saint-Exupéry, nos trás fantásticas lições, as quais podem ser compreendidas tanto por crianças como por adultos (de uma maneira mais madura, obviamente).

O livro relata quase que em toda sua extensão as lembranças do pequeno principe, que conta ao protagonista "o aviador" as viagens que fez a seis planetas pequeninos, os quais eram habitados apenas por uma pessoas.
Estão pessoas são:

1 - O REI:

"É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar"

É o primeiro dos “donos do mundo” que o pequeno príncipe encontra nas galáxias. O rei pensa que tudo e todos são seus súditos e tem necessidade de controlá-los. Mas, com sabedoria, nos ensina que cada um só pode dar aquilo que tem.


2 - O VAIDOSO:
"Mas o vaidoso não ouviu. Os vaidosos só ouvem elogios."
O vaidoso precisa da admiração de todos para comprovar o seu valor.
Ele nos faz lembrar que precisamos reconhecer nossos próprios talentos e capacidades, e não depender de elogios dos outros para nos auto-afirmar.


3 - O BÊBADO
“– Por que é que bebes? – Para esquecer. – Esquecer o quê? – Esquecer que eu tenho vergonha. – Vergonha de quê? – Vergonha de beber!”

O bêbado tenta escapar da realidade por meio do álcool, mas não consegue escapar da vergonha de ser como é. O seu desabafo é um alerta contra todos os vícios.


4 - O HOMEM DE NEGÓCIOS

"– E de que te serve possuir as estrelas? – Serve-me para ser rico. –E para que te serve ser rico? – Para comprar outras estrelas, se alguém achar. Esse aí, disse o principezinho para si mesmo, raciocina um pouco como o bêbado."

O homem de negócios está tão ocupado contando o que acumulou que não pode desfrutar da vida. O pequeno príncipe nos faz ver que isso também é um vício.É preciso valorizar quem você é, e não o que você tem.


5 - O ACENDEDOR DE LAMPIÕES


"Aí é que está o drama! O planeta de ano em ano gira mais depressa, e o regulamento não muda!"
Um bom homem cumpre o seu dever. Mas como ele mesmo diz, " É possível ser fiel e preguiçoso..."
O universo está em constante evolução. O homem, as crenças e as relações humanas também. Mas o acendedor de lampiões não tem o bom senso de questionar as ordens e trabalha sem parar, mesmo sabendo que não vai chegar a lugar algum

6 - O GEÓGRAFO

'É muito raro um oceano secar, é raro uma montanha se mover...."

O geógrafo sabe toda a teoria, mas não aplica seus conhecimentos. Nunca sai da sua mesa para explorar as descobertas. Como um bom burocrata, declara que isso é trabalho de outra pessoa.
É ele quem recomenda ao pequeno príncipe que visite o planeta Terra. E deixa o principezinho abalado quando lhe conta que sua flor é efêmera...


FINALMENTE...
O sétimo e último planeta visitado pelo príncipe é a Terra, onde ele conhece o protagonista.
Contudo, na Terra ele também conhece uma raposa, a qual lhe transmite o principal ensinamento do livro: O ESSENCIAL É INVISÍVEL AOS OLHOS!
Ou seja; aquilo que realmente importa nessa vida é aquilo que os nossos olhos não podem ver, mas apenas o coração!
O essencial é mesmo...
O amor!

O amor nasce daquilo que cativamos! É um processo que exije paciência e cuidado! Sendo tal coisa um tanto contraditória ao mundo atual onde todos vivem correndo com suas ocupações, e desta maneira, não tem tempo para pensar em mais nada!

Como diria o pequeno principe:
- As pessoas grandes são muito bizarras!

(Fonte de auxílio:  http://www.opequenoprincipe.com/personagens.html)

2 comentários:

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog