sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

050 - Morrerei te amando (Flores Mortas no Jardim)




Olhe! Vê meu coração?
Sente minha alma chorar de amores?
Vem! Sente esta canção?
Ela curará as tuas dores

Geme no meu ouvido, princesa minha
Molha a minha pele, meu favo de mel
Quero-te em mim! Quero-te sozinha
Perfeita doçura! Chove no meu céu

Chove! Chove mais
Derrama-se! Chova em mim
Chore bem agora! Chore muito mais
Chore enquanto entro no breu de teu jardim

Chove chuva! Chove em mim! Chore em meu ouvido!
Chore o nosso curto tempo alegre desprezado e perdido
Bastava molhar-me! Mostrar-me assim tua doçura
Eu sei que agora longe eu viverei em amargura
Nós poderíamos viver em canções, delirando
Sei que agora viverei e morrerei te amando
A canção é meu passado assoviando!
O passado é minha canção
Desafinando!

Amando e amando
Lá fora a chuva cai...
E agora estou chorando.


*Poema integrante do livro "Flores Mortas no Jardim" - Adrian Mcoy


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog