sexta-feira, 1 de outubro de 2010

016 - Há um passo de um precipício (Flores Mortas no Jardim)




Finalmente...
Tudo está se desmoronando
Você está há um passo de mim
Há um passo de um precipício
Não temas!
Caia!

Não estarei lá embaixo...
Pois junto a ti eu pularei!
Nós cairemos lentamente
E nós cairemos, e cairemos
Abraçados frente-a-frente!

Este teu abismo não tem fim!
Estamos caindo, e morreremos

Mas ao menos assim...
Assim nos amaremos.




*Poema integrante do livro "Flores Mortas no Jardim" - Adrian Mcoy


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog