quarta-feira, 22 de setembro de 2010

003 - Uma noite em Catalina



A imensidão das águas do mar da Califórnia estava enegrecida pela noite do luar tímido. Um silêncio confortante pairava por entre aqueles jovens que ouviam apenas o enfrentar das ondas no horizonte, as quais confrontavam eternamente as enormes rochas ali mesmo da passarela rochosa, e do outro lado da praia.
Não podendo ficar a vontade por ali, devido ao fato do mar ser fundo naquele ponto, dirigiram-se nadando alguns metros para o outro lado até chegarem à enseada nas laterais opostas do Dali Cassino, onde continuava escuro e vazio.

As águas foram ficando rasas enquanto James saboreava os lábios de Francheska até chegarem numa altura onde a mesma automaticamente se sentara enquanto ele continuava, ajoelhado por cima da mesma.

O garoto a deitou no mar beijando quase todo o seu corpo enquanto ficavam de tempos em tempos inteiramente submersos, rolando como crianças até um raso favorável. O sabor do sal daquele mar se anexava ao prazer daquele beijo, enquanto ele já se deitava sobre ela com as fracas ondas que batiam ao lado da garota.

Sabendo que Demitri e Bruno estavam um tanto distantes e certamente muito ocupados com Laura e Morgan, James estava à vontade com Fransheska, a não ser que um andarilho curioso aparecesse por ali.

Possibilidade esta que pareceu se confirmar por um momento!

Mas o que importava? Eles estavam envolvidos naquele doce momento. Nada era maior do que a atmosfera romântica ali formada.

Eles se acariciavam por entre as águas salgadas do mar de Catalina. Na escuridão, somente o brilhar das estrelas e o mel do luar os acompanhava no delírio de suas solidões. Achavam-se sozinhos; só ele e ela, só ela e ele; os dois juntos! E agora... Apenas um.

Aumentavam o ritmo conforme o tempo passava, enquanto as baladas do baile tocavam silenciosamente um tanto distantes dali, confundindo-se com os sons feitos por eles ali no cais, resultando numa prazerosa e insinuante dúvida, a qual se estendeu por boa parte daquela madrugada até meados do fim daquele baile inesquecível.



*Fragmento do Cap.22 do livro "BlackBulls" - Adrian Mcoy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog