segunda-feira, 27 de setembro de 2010

013 - Minha Garota Perfeita

Quem seria aquela que dentre todas ainda consegue enxergar a verdadeira face do amor?
Pois me parece que todas só estão conseguindo enxergar o volume dos bolsos de uma calça.
Quem seria aquela que dentre todas ainda consegue sentir o mel do verdadeiro amor adoçando os jardins dos prazeres da vida; mostra-me e eu colherei com ela dúzias dos frutos proibidos.
Pois me parece que todas só estão sentindo o poderoso cheiro da gasolina, e há tempos estas vem se sufucando em suas próprias arrogâncias.

Será que alguém ainda sabe amar? Mas veja, pois, que falo de amor! Não de comodismo! Falo de paixão! Não de projecções fantasiosas que só servem para encobrir uma carência existencial. (Ver Post.14)
Ninguém mais parece querer viver o amor de verdade! Preferem viver no comodismo da superficialidade! Confundindo amor com possessão!

Eu queria tanto conhecer alguém com a sensibilidade ímpar, ainda capaz de sentir o amor de verdade! Uma garota linda, doce, corajosa, inteligente!
Mas este é um raro tesouro!
Conheço garotas que em tempos medievais seriam mortas na fogueira por serem consideradas "bruxas" de tão lindas que são! Mas são garotas "ocas" sem nenhuma inteligência! Embalagens sem conteúdo!
Das poucas inteligentes que conheço algumas tem até uma notável beleza, mas são meninas problemáticas e difícil de lidar! Outras tem uma visão excessivamente fria e distorcida da realidade! Um porre!

Onde está o meu sinete de perfeição? Talvez ela não exista! Talvez more do outro lado do mundo! Ou talvez more aqui na casa ao lado! Ou talvez esteja lendo esse texto! =0
Caso seja isso... Me procure! =D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui e comente!

Pesquisar neste blog